5 técnicas para aumentar a sua base de clientes sendo freelancer!

Tempo de leitura: 9 minutos

Trabalhar como freelancer é ótimo para quem quer juntar aquela grana extra ou ter uma fonte de renda autônoma. Não é à toa que o ramo cresce cada vez mais, auxiliado por novas tecnologias e uma geração de profissionais independentes, cujo principal objetivo é alavancar a carreira sem se comprometer com horários rígidos ou ambientes pouco estimulantes.

Porém, o que muita gente esquece é que ser um freelancer significa estar por sua própria conta. Por mais sedutora que seja, toda essa liberdade vem acompanhada de algumas ressalvas, como o fato de que é você o responsável por conquistar, fidelizar e aumentar sua base de clientes. Se por um lado há flexibilidade, por outro há o risco de negligência.

Mas calma, não precisa entrar em pânico! Formar uma base sólida de clientes e expandi-la pode parecer complicado no início, mas existe uma vasta gama de ferramentas a favor dos freelas, bem como algumas práticas-chave que você pode incluir na sua rotina de trabalho para marcar presença no mercado!

Hoje, falaremos um pouco sobre esse assunto e daremos algumas dicas de técnicas fundamentais para qualquer redator que está em busca de aumentar sua clientela. Vamos lá?

1. Aproveite o máximo que puder da sua área de atuação

O redator é, antes de qualquer outra coisa, um profissional do marketing. Como produtor de conteúdo, ele está constantemente exercendo e entrando em contato com estratégias de marketing de conteúdo, que são totalmente aplicáveis nesse caso. Ou seja, você tem a vantagem de trabalhar com sua própria fonte de estudos!

Ainda que boa parte das técnicas que encontramos por aí seja voltada para empresas ou negócios um pouco mais amplos que os do microuniverso freelancer, podemos adaptá-las sem grande esforço. Se você prestar bem atenção, uma parcela significativa das dicas elaboradas em alguns textos de marketing vale para qualquer ramo.

Para se tornar um redator excepcional e garantir uma base de clientes expressiva, procure absorver o máximo que puder de suas pesquisas. Consulte seus links de referências para artigos de marketing, aproveite aquele job sobre técnicas de escrita, enfim, use seu conhecimento a seu favor!

Você não precisa de uma estratégia complexa, mas ela deve ser bem elaborada e executada.

2. Invista no seu portfólio

Imagine a seguinte situação: você quer contratar uma pessoa para decorar sua casa e está em dúvida entre dois profissionais. Ambos alegam ser excelentes, mas você precisa ter certeza de que eles vão fazer um bom trabalho, certo? Um deixa apenas sua palavra de prova, o outro apresenta um portfólio. E aí, em quem você confia mais?

Sim, o mundo dos freelas pode até ser mais informal, mas isso não significa que você não tenha que demonstrar suas capacidades. Um bom portfólio é o jeito mais eficaz de atrair um cliente em potencial, pois ninguém quer se arriscar a perder dinheiro fazendo um mau investimento, não é?

Nos textos que irão compor o seu portfólio, é importante haver diferenciais que te destaquem para o cliente. Se você escreve para mais de uma área — saúde e decoração, por exemplo —, ressalte essa versatilidade, coloque amostras de temas bem diferentes entre si.

Além disso, evite textos polêmicos ou políticos ou pessoais: lembre-se que o seu cliente não vai te contratar para escrever artigos de opinião.

Uma alternativa para o portfólio é o blog. Um website atualizado e interessante passa muita credibilidade a quem for te contratar. Não se esqueça, porém, de que ele requer uma administração mais atenciosa e estratégias específicas.

3. Respeite os seus clientes

Quando lidamos com questões profissionais, respeitar o cliente não significa apenas ser educado e solícito — isso é básico. Entregar os jobs no prazo, atender às expectativas e saber lidar bem com possíveis críticas é igualmente importante, embora um tanto mais complicado.

No afã de conseguir ser contratado, ganhar dinheiro e provar seu potencial, o redator pode acabar aceitando prazos muito apertados ou prometendo coisas que não terá tempo de cumprir. Portanto, é fundamental que você seja realista.

Se não se sentir confortável com a data de entrega ou tiver algum imprevisto que comprometa o cumprimento do prazo, converse com o cliente. É muito mais válido você ser sincero do que entregar algo mal feito.

Da mesma forma, uma base de clientes muito vasta pode não compensar tanto se você não souber organizar seus horários e seu trabalho em geral. Conheça seus limites e guie-se por eles.

Artigos mais complexos exigem mais pesquisa e um trabalho mais elaborado, então não prometa fazer em 2 dias o que você normalmente faria em 4. Além disso, ainda que versatilidade seja importante, verifique se você dá conta das pautas e dos assuntos requeridos.

Por fim, não leve críticas para o lado pessoal. Se você discorda de alguma ressalva, tente argumentar, mas não queira se impor ao seu cliente. Você está prestando um serviço a ele, então o ideal é estar em consonância. Tire dúvidas e faça propostas. Respeitar não é baixar a cabeça para o cliente, e sim oferecer um trabalho honesto e de qualidade!

Tudo isso serve tanto para fidelizar quanto conquistar clientes para sua base. Afinal, a boa reputação ainda é a melhor propaganda.

4. Confie na tecnologia

Por falar em organização, há uma série de softwares disponíveis para te ajudar a administrar e expandir sua base de clientes, bem como para manter a rotina profissional em dia. Abaixo, listamos alguns exemplos:

Trakto

O Trakto é um software voltado para a criação de propostas comerciais e fechamento de negócios. Muito mais assertivo do que a velha troca de e-mails, o programa permite que você elabore contratos, calcule honorários e crie um perfil profissional atrativo e dinâmico.

Com layout simples e intuitivo, o Trakto é ótimo para freelancers que querem incutir mais formalidade às suas ofertas. Ele possui uma versão gratuita para teste e planos de R$ 47,00 mensais a R$ 204,00 anuais. Além disso, você pode tê-lo tanto no seu celular quanto no seu computador!

HubSpot CRM

A HubSpot é uma referência incontestável no meio do marketing digital. Trata-se de uma plataforma de inbound marketing que também oferece seu próprio serviço de CRM para freelancers ou pequenos empresários, o HubSpot CRM.

Nele, são armazenadas diversas informações sobre clientes e potenciais clientes, de modo que fica muito mais fácil para você se manter atualizado sobre seu relacionamento com cada membro da sua base de clientes, bem como administrar a captação de leads do seu negócio.

O layout é limpo e fácil de mexer. Além disso, é gratuito!

MailChimp

Essa plataforma é voltada para e-mail marketing e nutrição de leads. É uma forma de manter os seus clientes atualizados e interessados no seu trabalho.

Simples e gratuita, é uma das melhores opções disponíveis hoje em dia se você não pretende fazer grandes investimentos em uma campanha de marketing, mas preza pela eficácia.

A vantagem do MailChimp é que você não precisa ser um grande conhecedor de tecnologia para entender como ele funciona.

Montando uma lista cuidadosa de e-mails e enviando conteúdo com alguma periodicidade, sua base de clientes pode ser solidificada, ou mesmo expandida, sem grandes esforços.

SalesForce

A SalesForce é uma das plataformas mais relevantes em termos de CRM, atualmente. Com planos variados que incluem suporte para pequenas ou grandes equipes, ela facilitou muito a administração e captação de clientela, tanto para os freelancers quanto para as empresas.

Além de possibilitar que você sincronize seus contatos do Facebook, do Twitter e do LinkedIn com a plataforma, ela destaca as melhores oportunidades de negócio para cada contato, gera relatórios e faz previsões de vendas.

A SalesForce também permite que você tenha maior controle sobre sua produtividade e aprimore sua taxa de conversão de leads.

O contra está no layout. Até pegar a prática, pode demorar um pouco, mas vale a pena tentar!

5. Crie estratégias de vendas

Embora a escrita esteja associada à arte, como qualquer prática que envolva criatividade, encarar a redação com muito romantismo pode ser prejudicial ao trabalhar com marketing de conteúdo. Seus artigos são produtos e você precisa vendê-los, portanto, nada mais válido que criar estratégias de vendas.

Como mencionamos acima, não é necessária uma campanha muito complexa. Basta ter em mente quais são os seus objetivos e os melhores meios de alcançá-los.

Estratégias efetivas não significam fazer de tudo um pouco, nem estar em todos os lugares ao mesmo tempo — pelo contrário! Dedique-se a criar um bom perfil profissional de acordo com o que você quer e pode fazer no momento.

Ponderar quais abordagens parecem mais eficazes para aumentar a base de clientes, assim como se preocupar em fidelizar aqueles que você já conquistou, permitirá a você lidar com seu trabalho de forma mais pragmática.

Assim, quem sabe, isso faça você crescer cada vez mais nessa carreira, que tem tudo para se tornar uma fonte de renda definitiva.

Agora que você já viu algumas dicas de softwares de gestão da sua base de clientes e potenciais clientes, bem como técnicas que prometem fazer toda a diferença para melhorar sua imagem profissional, que tal compartilhar a sua opinião conosco?

Se você conhece outras dicas para aumentar a base de clientes que não citamos, conte pra gente aqui nos comentários!

 

Artigos relacionados

Sobre Gustavo Grossi

Empreendedor, freelancer e membro do time de Comunidade da Rock Content. Cada dia mais surpreso com o poder transformador da tecnologia e da escrita juntos.