Como estruturar um post

[Guest post] Como estruturar um post e por que fazer isso antes de começar a escrever

Este texto foi escrito por Flaubi Farias, da Resultados Digitais.

Este texto foi escrito por Flaubi Farias, da Resultados Digitais.

Não é mais novidade que a produção de conteúdo é uma técnica muito poderosa para atrair a atenção da sua persona nos dias atuais. No entanto, sabemos que criar um conteúdo de qualidade não é uma tarefa simples. Afinal, cada vez mais, empresas se conscientizam sobre a importância dessa estratégia e fazer Marketing de Conteúdo se torna muito mais difícil.

Segundo a pesquisa Content Trends 2016, a maior pesquisa de Marketing de Conteúdo do Brasil, 7 em cada 10 empresas brasileiras utilizam Marketing de Conteúdo. As marcas que adotam essa estratégia geram 4 vezes mais visitas no seu site e 5 vezes mais Leads. Além do mais, 69% dessas organizações pretendem aumentar o investimento em conteúdo em 2017.

Superar o famoso “branco” e liberar a criatividade é um dos maiores desafios de quem produz conteúdo. Por isso, para evitar que isso aconteça, torna-se indispensável criar um padrão que permita preparar-se antes de construir os textos para o seu blog.  Dessa forma, você para de ser um refém da inspiração momentânea.

Entre as vantagens em se organizar antes de começar a escrever, podemos destacar a otimização de tempo. Afinal, quando se tem uma estrutura já estabelecida, é possível criar mais posts em menos tempo. Isso sim é produtividade com criatividade!

Mas, afinal, qual o segredo para produzir um conteúdo inesquecível? A seguir, nós separamos as principais dicas de como montar o esqueleto de um post e por que essa etapa é importante. Acompanhe.

1. Defina o tema

O ponto de partida deve ser a escolha do tema, ou seja, da ideia central que o texto precisa apresentar. Inicialmente, é comum os insights surgirem de maneira desconectada, não se assuste. Apenas coloque todas as ideias no papel para organizá-las posteriormente.

Para chegar ao tema perfeito, considere a popular “chuva de ideias”, mais conhecida como brainstorm. Reúna o máximo de insights possíveis sobre cada assunto.

Outro ponto muito importante no momento de definir o tema é a jornada de compra. Afinal, é preciso criar um tema apropriado para cada fase desse caminho que o potencial cliente percorre até adquirir o seu serviço. Lembrando que os assuntos mais abrangentes devem ser abordados na primeira fase de aprendizado e descoberta.

Na etapa de reconhecimento do problema, o conteúdo deve se relacionar com orientações para solucionar a dor do consumidor. Já na fase de consideração da solução, é necessário provar para a persona que o seu serviço é o mais adequado para acabar com o seu incômodo.

Na fase de avaliação e compra, o artigo deve apresentar benefícios que evidenciem que a sua empresa é superior aos concorrentes. Use cases de sucesso ou até mesmo demonstração gratuita do serviço para conquistar a persona de vez!

2. Crie uma lista de tópicos

Os subtítulos facilitam a leitura, especialmente quando o assunto é a redação web. Afinal de contas, na internet, é normal que as pessoas passem o olho sobre os tópicos para captar em poucos segundos do que se trata o texto. Sendo assim, é fundamental transmitir quais serão os aspectos mais importantes a serem desenvolvidos ao longo do artigo.

A organização de ideias já mostra ao leitor o que será discutido em que cada parte do conteúdo. Esse é um dos elementos indispensáveis para garantir a escaneabilidade do seu texto. Ou seja, tornar a leitura mais dinâmica capaz de prender a atenção do usuário.

Procure imaginar quais subtítulos resumem o assunto abordado. Se o texto for sobre dicas, como este que produzimos, é interessante criar os tópicos com o verbo no imperativo. Como referência, nós temos o tema “O passo a passo do Facebook Ads” que se transforma nos tópicos:

  1. O que é o Facebook Ads?
  2. Por que investir nesta plataforma?
  3. Os erros mais comuns no Facebook Ads
  4. Como criar uma campanha brilhante?
  5. Cases de sucesso

Uma dica importante é deixar um tópico para introdução e outro para conclusão. Inicialmente, não é precisoprecisa nomear esses tópicos, apenas reservar um espaço para iniciar e concluir o texto. O foco da introdução pode ser levantar o problema que o leitor pode ter ou resumir o que será abordado na sequência.

Na conclusão o ideal é utilizar um Call-to-Action, ou seja, um convite para alguma ação. Pode ser para baixar um eBook, comentar no post ou compartilhar o conteúdo nas redes sociais.

3. Divida os tópicos em subtópicos

As pessoas estão mudando a maneira de consumir conteúdo. Na internet, criar blocos de texto muito extensos torna o conteúdo cansativo e pouco atraente. Você pode ter redigido um conteúdo fantástico, mas se a sua estrutura não conseguir captar o interesse do usuário em poucos instantes, todos os esforços vão por água abaixo.

Para conquistar de vez o coração da persona com o seu conteúdo, dividir os tópicos é uma excelente solução para deixar a leitura mais prática. Com as ideias subdivididas, os parágrafos se tornam mais curtos e isso ajuda no entendimento rápido do texto.

Para organizar ainda mais as ideias em um conteúdo e deixá-lo o mais claro possível para a sua persona, insira os subtópicos. Ou seja, desmembre os tópicos em outros assuntos pertinentes. Ainda considerando o tópico “O que é o Facebook Ads”, podemos acrescentar:

  1. Dados no Brasil;
  2. Objetivos dos anúncios;
  3. Tipos de segmentação;
  4. Formas de pagamento.

Desse modo, mesmo antes de escrever já é possível ter ideias sobre o desenvolvimento de cada parte do seu texto.

4. Revise os tópicos

Este é o momento de finalizar a arquitetura do seu post. Para tanto, reflita sobre a importância de cada tópico selecionado. Avalie se cada assunto abordado é, de fato, relevante para a persona. Sobretudo, analise se as informações estão sendo transmitidas em uma ordem lógica. Se possível, leia em voz alta para constatar a relevância dos temas que serão tratados no seu texto.

Reorganize essa estrutura para começar a escrever de maneira mais eficiente e compatível com o que a persona espera. Afinal, o seu público deve ser o centro de qualquer estratégia de Marketing de Conteúdo.

5. Mãos à obra

Finalmente chegou o momento de escrever o seu post! Agora basta criar um texto com base nas ideias que já foram definidas. Com o uso dessa técnica, as chances do famoso “branco” bater à sua porta são praticamente nulas.

A aplicação desse método economiza tempo e garante que o conteúdo produzido seja de uma qualidade incomparável! Afinal, dificilmente você se sentirá perdido diante das informações pré-estabelecidas.

Uma das táticas básicas para não errar na hora de escrever é concentrar o conteúdo na persona que vai ler o seu texto. Isso inclui saber exatamente os desejos e os desafios do seu público e a linguagem mais apropriada para conquistar o seu interesse. Caso contrário, o conteúdo pode atrair pessoas que não representam potenciais clientes.

Outro ponto fundamental ao redigir o seu conteúdo é acrescentar a palavra-chave foco ao longo do texto. Mas atenção, o artigo deve ser pensado com foco no usuário e não apenas para os robôs do Google. Por isso, aposte também nas variações desses termos como os sinônimos. Isso deixa a leitura mais agradável e otimizada para os mecanismos de busca.

Por fim, não se esqueça do objetivo principal do texto no momento de escrever. Muitas pessoas se perdem nessa etapa, então tenha cuidado! É de suma importância responder questões sobre o propósito do conteúdo antes de produzir seu texto. Ou seja, lembre-se porque o seu conteúdo é importante.

Conclusão

Em resumo, escrever bem não se limita apenas ao cumprimento das normas ortográficas, vai muito além! É preciso entender a persona, a etapa em que ela se encontra na jornada de compra e as demais práticas mencionadas aqui. Embora não seja uma tarefa tão simples, escrever é uma habilidade que pode ser aprendida. E é por isso que compartilhamos esse método para aperfeiçoar ainda mais a sua produção de conteúdo.

Aqui falamos sobre produtividade, mas para garantir ainda mais a qualidade de seus textos, recomendamos a leitura do eBook Marketing de Conteúdo: o guia definitivo. Baixe gratuitamente e use os conhecimentos adquiridos para entregar melhores artigos e ser um profissional de conteúdo ainda mais capacitado.