Como fazer uma redação: descubra como ser um redator 5 estrelas!

Tempo de leitura: 4 minutos

Você escolhe criteriosamente cada palavra escrita, considera os feedbacks recebidos, revisa com atenção seus textos antes de enviá-los e, ainda assim, a avaliação 5 estrelas parece escapar entre os seus dedos? Ou talvez você já tenha uma nota de dar inveja, mas quer aperfeiçoar ainda mais o seu estilo? Então o post de hoje é para você!

A seguir, vamos te contar alguns segredos que podem ser o que falta para você melhorar sua redação e se tornar um redator 5 estrelas. Confira:

Ajustar-se ao título

“X passos para escrever um texto 5 estrelas”; “X dicas para escrever um texto para ninguém botar defeito!”; “O que não pode faltar num texto 5 estrelas”. Todos esses títulos poderiam se aplicar ao mesmo texto? Se você disse que sim, leia com atenção as próximas linhas!

Você provavelmente já ouviu falar que o título de um artigo é uma promessa. O que talvez você não saiba é que isso vai além do conteúdo: a promessa do título também inclui a estrutura do texto. Um passo a passo é diferente de uma lista de dicas, que é diferente de um texto explicativo sobre um determinado assunto.

Por isso, mantenha o título em mente quando for começar a planejar seu texto. Se a proposta for apresentar X dicas para ser um bom gestor, considere separar um intertítulo para cada dica.

Se a ideia da pauta for fazer um passo a passo de como ter uma página no Facebook de sucesso, por exemplo, fique atento à ordem das etapas: ninguém começa respondendo os comentários de uma página que nem existe!

Padronizar seus intertítulos

Essa dica tem a ver com algo chamado “estrutura paralelística” ou “paralelismo”. Uma estrutura paralelística é uma sequência de frases com a mesma estrutura gramatical. Parece complicado, mas é bem simples entender como aplicar o paralelismo aos intertítulos: repare, por exemplo, que todos os deste texto estão no infinitivo.

Existem várias possibilidades de estrutura para os intertítulos e você pode escolher a que achar que funciona melhor. Uma dica de ouro para isso é considerar o título — para um texto chamado “Como organizar sua biblioteca”, por exemplo, intertítulos no imperativo são uma boa pedida.

O importante mesmo é que você mantenha o paralelismo: se optar por colocar no imperativo, então mantenha todos assim.

Atentar-se ao ritmo e à cadência do seu texto

Se você pensou que ritmo era exclusividade da música, se enganou: ele é fundamental na fluidez da leitura. Para exemplificar, veja esta tradução de um trecho famoso do escritor Gary Provost:

“Esta frase tem 5 palavras. Aqui estão mais 5 palavras. Frases desse tamanho são ok. Mas muitas seguidas ficam monótonas. Repare no que está acontecendo. O texto está ficando chato. O som começa a arrastar. O ouvido pede alguma variedade. Agora repare. Eu vario o tamanho da frase e crio música. Música. O texto canta. Tem um ritmo agradável, uma melodia cadenciada, uma harmonia. Uso frases curtas. Depois, uso algumas frases de tamanho médio. E às vezes, quando tenho certeza de que o leitor está descansado, eu o envolvo com uma frase de tamanho considerável, uma frase que queima com energia e constrói um ímpeto, um crescendo, o rufar dos tambores, o bater dos pratos — sons que dizem ‘escute isso, é importante’”.

O efeito é impressionante. Além do tamanho das frases, a pontuação e a estrutura também são fundamentais para garantir um bom ritmo ao seu texto, pois muitas frases seguidas com a mesma estrutura tendem a ficar repetitivas. Fique de olho nesses elementos e, na dúvida, leia seu texto em voz alta!

Não alterar a ordem direta da língua

Yoda nenhum de nós é, então motivos para inverter as palavras não há. No português, dizemos que uma oração está na ordem direta quando ela segue esta estrutura: sujeito + verbo + complemento + adjunto. Em geral, frases construídas seguindo a ordem direta soam mais naturais e são mais fáceis de compreender, por isso, dê preferência a elas!

É claro que, às vezes, pode ser necessário inverter os termos para destacar uma ou outra informação, mas não exagere. Além de prejudicar a fluidez e a clareza do seu texto, você ainda corre o risco de se confundir durante a redação e acabar escrevendo alguma bobagem sem perceber. Na dúvida, menos é mais!

Conhecer a gramática, dominar coesão, saber pesquisar e cumprir o formato do marketing de conteúdo são habilidades importantes para escrever um bom texto, mas é possível ir além e se destacar no mundo da redação. Mantenha nossas dicas em mente, treine bastante e esteja sempre atento para melhorar sua redação e seu estilo cada vez mais.

E agora, já se sente um redator 5 estrelas? Que tal testar suas habilidades e se tornar um profissional certificado como redator web? Inscreva-se agora no Curso de Produção de Conteúdo Web, é gratuito e você pode assistir às aulas sempre que quiser!

Curso de Produção de Conteúdo

Artigos relacionados

Sobre Paula Pinheiro

Analista de Qualidade e aprendiz de adulta. Quando criança queria cursar Física; se formou em Comunicação, mas a alma é de Letras. No fundo, gosta mesmo é de aprender.