Conteúdo avançado

Conteúdo avançado: como produzir textos mais valiosos!

Em um cenário de cada vez maior competitividade online, é preciso produzir conteúdo de mais valor para seus leitores. Atualmente, profissionais de marketing têm sinalizado para a tendência de preferência do público por conteúdos de alta relevância e qualidade.

Em um cenário de cada vez maior competitividade online, é preciso produzir conteúdo de mais valor para seus leitores. Atualmente, profissionais de marketing têm sinalizado para a tendência de preferência do público por conteúdos de alta relevância e qualidade.

Também chamado de conteúdo avançado, esse tipo de texto tem duas características fundamentais: excelente escrita e profundidade no tratamento do tema.

Você tem elaborado textos com esses atributos? Pois está na hora de começar! Saiba exatamente como colocar isso em prática por meio destas dicas:

1. Preste atenção à estrutura

Não custa nada reforçar esse ponto, que ainda é a dificuldade de muitos redatores por aí: uma boa estrutura faz muito por seu texto.

O que isso significa? Basicamente, que um texto deve ter uma lógica coerente e lógica, com introdução, desenvolvimento e conclusão.

De preferência, o desenvolvimento deve estar recheado de intertítulos que dividem melhor o tema tratado, bem como ajudam o leitor a escanear o texto em busca de informações relevantes. Além disso, ajuda bastante você escrever de maneira mais objetiva, em frases mais curtas e diretas.

2. Procure adequar o estilo do texto à persona

Em linhas gerais, o estilo do texto deve se adaptar ao perfil de leitor que se espera atingir. Por exemplo, é possível escrever um texto sobre finanças pessoais com dois tons de escrita diferentes: para um jovem que está começando a faculdade ou para um executivo que precisa colocar as contas em dia.

Cada um desses exemplos exige vocabulário e estruturas gramaticais diferentes. Muitas vezes, a informalidade e até mesmo o uso de gírias podem ser úteis para deixar seu texto mais adequado à persona.

Ou seja, não há fórmula mágica. Cada texto a ser escrito ou pauta a ser planejada pede uma reflexão sobre o tipo de leitor que se pretende atingir. Assim, não há como errar em termos de estilo.

3. Lembre-se de utilizar ortografia e gramática impecáveis

Independentemente do estilo, as boas práticas de ortografia e gramática continuam valendo. Você não quer aumentar o trabalho de revisão ou, até mesmo, manchar sua reputação como redator, não é mesmo?

Por isso, negligenciar esse aspecto pode acarretar textos mais confusos, com informações truncadas e argumentos mal explicados.

Fique de olho nos erros de redação mais comuns (que você deve evitar) e crie o hábito de revisar com atenção cada um de seus textos!

4. Adquira conhecimento para produzir conteúdo avançado

Até agora falamos muito de estrutura, estilo e gramática, que são aspectos formais de um texto. Mas e o conteúdo? Para produzir textos realmente valiosos, o conteúdo deve ser  tratado de maneira aprofundada, o que significa escrever com autoridade sobre o tema.

Para colocar isso em prática, não é preciso ser formado na área. No entanto, exige-se estudo e muita pesquisa antes do desenvolvimento de qualquer texto.

E se você quer se tornar um produtor de conteúdo avançado, essa pesquisa não deve se limitar apenas às referências indicadas na pauta, como também em outras ferramentas de busca, textos acadêmicos, notícias e outras fontes de informação.

5. Atualize-se e estude constantemente

Por falar em conteúdo avançado, outro aspecto imprescindível é a atualização das informações sobre as quais seu texto trata. Não adianta ser expert em um assunto se, ao escrever, esquece de pesquisar dados recentes e atualidades relacionadas.

Para se manter atualizado, é preciso estudar e ler constantemente. Diariamente, procure ler notícias sobre as áreas para as quais você tem mais costume de escrever.

Também é possível criar alertas no Google para receber diariamente as principais menções às palavras-chave que você escolher.

Uma das melhores formas de se atualizar, além disso, é fazer contato com a comunidade. Todos os assuntos têm fóruns e grupos de discussão em redes sociais, cujas postagens podem funcionar com um “radar” de informações constante.

6. Tenha domínio sobre as técnicas de copywriting

Você já deve ter ouvido falar sobre o conceito de copywriting. Para elaborar conteúdos avançados, é imprescindível não apenas conhecer esse conceito, como também aplicá-lo em seus textos.

Ou seja, coloque em prática as técnicas de SEO, escreva com autoridade, use e abuse de verbos de ação, evite exaltar demais os produtos e serviços do cliente, entre outros aspectos.

Além disso, é muito importante que você siga as diretrizes da pauta para o desenvolvimento de seus textos, que normalmente envolvem o uso de palavras-chavelink building e CTAs.

7. Utilize bons exemplos em seu texto

Bons exemplos são essenciais para aumentar seu poder de persuasão em relação ao leitor e, consequentemente, produzir conteúdos mais relevantes. Mas como saber quais exemplos são bons?

Ajuda muito se você conhecer bem o perfil da persona e tiver empatia por ela. Se colocar no lugar do leitor e seu contexto de vida traz conhecimento acerca de quais temas e exemplos são relevantes.

Essa é também uma maneira de refletir sobre quais casos reais terão maior impacto e poder de convencimento em seu texto.

8. Faça referência a links atualizados e relevantes

Conteúdos avançados também são aqueles que encaminham seu leitor para os lugares certos. Isso não significa apenas o link building para o próprio blog do cliente, mas também a referenciar boas fontes externas, que sejam relevantes para o tema tratado.

Em um texto sobre Marketing de Conteúdo, por exemplo, você pode citar alguma pesquisa atualizada sobre o as tendências dessa área do marketing. Estatísticas sobre crescimento, números do mercado, bem como notícias do setor podem ser meios muito eficazes de convencer o seu leitor!

Ao utilizar links externos, se lembre de utilizar somente fontes de autoridade. Elas são fundamentais para manter a confiança do leitor nas informações que você julga importantes o suficiente para citar no texto.

9. Não tenha medo de tecnicismo

Por fim, se você quer mesmo produzir um conteúdo avançado, não é preciso temer o uso de termos mais técnicos e específicos da área. Muitas vezes, é justamente isso que você precisa para estabelecer sua autoridade e reputação online!

Claro que, ao produzir conteúdo para um cliente, é preciso verificar as instruções do pitch em relação a termos específicos. Afinal, muitas estratégias de marketing de conteúdo buscam aumentar gradualmente os conhecimentos do leitor sobre o tema tratado, até os mais leigos.

Ainda sim é possível utilizar termos técnicos, desde que explicados corretamente e contextualizados. Inclusive, se você é capaz de explicar conceitos complexos com palavras simples, isso é um ótimo indicador de domínio do assunto e relevância do conteúdo.

E você? Tem produzido conteúdo avançado em seus textos? Que tal curtir a página da Escreva Para Web no Facebook para continuar a receber informações como essas? Participe!