Entenda os princípios da redação web e melhore sua escrita

Entenda os princípios da redação web e melhore sua escrita

Você sempre gostou de escrever? No colégio você era acostumado aos elogios de colegas e professores graças às suas redações impecáveis? E rascunhar alguns contos e romances é um passatempo seu?

Você sempre gostou de escrever? No colégio você era acostumado aos elogios de colegas e professores graças às suas redações impecáveis? E rascunhar alguns contos e romances é um passatempo seu?

Mas, quando você se senta de frente para um computador e tenta criar um texto para a internet, talvez você se sinta ligeiramente perdido.

De fato, a escrita para sites e blogs é bem diferente do que para o mundo offline. Pensando em ajudá-lo a desenvolver seu lado “escritor 2.0”, fizemos esta postagem.

Veja a seguir 6 dicas baseadas nos princípios da redação web que melhorarão a sua criação de conteúdo!

Conheça o seu leitor

Páginas da internet são acessadas por pessoas como você, que adoram algumas coisas e detestam outras. Por esse motivo, é muito importante “conhecer” seus leitores: quem são eles? Do que eles gostam? Como eles conversam no dia a dia?

Essa última questão é muito relevante, pois ajudará a definir o tom do texto. Um artigo para gerentes de multinacionais deve ter uma linguagem bem diferente daquela encontrada em um blog post sobre música pop, por exemplo.

Além disso, se você escreve algo direcionado para um determinado público — e nessa hora a definição de uma persona é extremamente importante —, as chances de alguém se identificar e se envolver com o seu conteúdo são muito maiores.

Comece a partir de uma estrutura

“Comece pelo começo e siga até o fim: daí pare.” Esse é, provavelmente, o trecho mais relevante de Alice no País das Maravilhas para qualquer redator. A sábia fala proferida pelo Rei durante o julgamento da protagonista deixa clara a importância da coerência em qualquer narrativa — seja em um tribunal ou na web.

Não inicie seu texto a partir de uma página em branco. Antes de colocar a mão na massa, pense na clássica estrutura “introdução, desenvolvimento e conclusão”.

Preencha esses três tópicos da seguinte maneira:

  1. use as sentenças mais instigantes na apresentação;
  2. para o meio, reserve os tópicos, que muitas vezes já são dados pela pauta e divida-os em intertítulos;
  3. por fim, faça uma breve retomada de ideias e um call to action irresistível.

Após essa reflexão você estará apto a fazer uma boa pesquisa e, enfim, colocar a sua estratégia em prática.

banner-abc

Seja claro e objetivo

O barroco foi eternizado nas palavras do Padre António Vieira (está aí, inclusive, uma ótima dica de leitura para melhorar a sua retórica), mas toda a vaidade e o rebuscamento desse estilo podem ficar para trás. Portanto, deixe o excesso de figuras de linguagem e frases com construção complexa guardados no século XVII.

Os usuários na internet estão lidando com muito conteúdo ao mesmo tempo: são várias abas com textos, vídeos, músicas. Se o seu conteúdo for confuso demais, eles certamente não pensarão duas vezes antes de abandoná-lo. Seja claro e objetivo em cada linha.

Uma dica é usar palavras simples. Por que escrever “assingelar” se “simplificar” também está no dicionário e tem o mesmo significado? Redija um texto como se você estivesse conversando com um colega — a não ser que a pauta seja específica e exija toda a pomposidade que você pode oferecer.

Evite também jargões e termos técnicos. Caso eles apareçam e você não consiga cortá-los, explique o que significam de maneira breve e clara.

Crie listas

Tópicos são uma excelente alternativa para apresentar, de maneira concisa, um conteúdo ao seu leitor. Para fazer uma boa lista, destaque a ideia principal de cada item em negrito e desenvolva-o objetivamente.

Além disso, é importante se preocupar com a formatação. Pare agora mesmo de criar listas com o sinal de subtração ou asterisco. Em vez disso, use os botões “lista numerada” e “lista com marcadores” do seu editor de texto. Mas não abuse desses recursos. Imagine ler as mais de 900 palavras deste post distribuídas em bullets? Que entendiante!

Dê a devida importância ao SEO

O Search Engine Optimization (SEO) é uma técnica muito importante para garantir que mecanismos de busca localizem e ranqueiem bem o seu texto. Por isso, tenha sempre uma checklist ao seu lado e verifique se cada item está de acordo com o exigido. Aqui estão alguns passos básicos:

  • Palavras-chave: é preciso que o texto tenha as palavras-chave no título, na introdução e no último parágrafo. Não é de todo mal se elas aparecerem também no desenvolvimento e nos intertítulos;
  • Links: um texto com ligações para outras páginas cita, provavelmente, boas fontes de conteúdo. E essa credibilidade é importante para os buscadores, que indicarão seu trabalho para um número maior de usuários;
  • Título: você deve, em menos de 70 caracteres, conquistar a atenção dos leitores. Então pense sempre em títulos atrativos.

Uma observação: nada de distorcer o seu texto por causa dessa técnica. Mais importante do que ser entendido por um mecanismo de busca, é preciso que as pessoas de carne o osso compreendam — e gostem — do seu conteúdo.

Faça link building

Você reparou nos links que estão distribuídos ao longo desta postagem? Até agora foram 5. E não é à toa. Como já dito, essa é uma estratégia de marcar palavras ou frases com endereços da web relacionados ao assunto do seu texto para tornar o artigo mais relevante para os motores de busca.

Você pode aproveitar essa tática para fazer ligações com outras postagens do seu blog, por exemplo, e aumentar o tráfego e o tempo de navegação no seu site. Antes, contudo, você deve se certificar de que todos os links estão disponíveis e têm relação com aquilo que está grifado.

Lembrou-se de outra dica que não citamos aqui? Então conte para a gente que outro princípio de redação web é tão importante para melhorar a escrita!