Psicologia-da-conversao

Psicologia da conversão: saiba tudo sobre escrever textos que convencem!

Você já pensou sobre o propósito do copywriting como uma ferramenta de convencimento do leitor? Tudo bem que o conteúdo do seu texto é o que mais importa na hora de elaborar uma tarefa, mas existe uma estratégia cuidadosamente desenhada por trás de cada pauta, com o objetivo claro de fazer com que os leitores de seu texto deem um passo em direção ao cliente.

Você já pensou sobre o propósito do copywriting como uma ferramenta de convencimento do leitor? Tudo bem que o conteúdo do seu texto é o que mais importa na hora de elaborar uma tarefa, mas existe uma estratégia cuidadosamente desenhada por trás de cada pauta, com o objetivo claro de fazer com que os leitores de seu texto deem um passo em direção ao cliente.

Seja para aproximá-los de uma área de interesse, seja para fazê-los adquirir um produto ou serviço diretamente ofertado pelo cliente, é preciso ter em mente essa meta na hora de escrever textos que convencem.

Quer saber como funciona a psicologia da conversão? Continue a leitura!

Conheça a relação entre copywriting e a psicologia da conversão

Copywriting vai muito além do simples ato de informar o leitor sobre um produto, serviço ou algum outro tipo de conhecimento do qual ele tenha necessidade. Sempre há um objetivo por trás dessa técnica, que é o de converter as leituras de textos em ações concretas.

Há várias ações que podem ser despertadas por meio dessa técnica: aguçar o interesse de um leitor sobre o tema tratado, educá-lo, fazer com que ele perceba a necessidade de encontrar uma solução para seu problema, se inscrever para receber newsletters e acompanhar futuros posts, entre outras.

No entanto, o objetivo final sempre é a conversão dessa leitura em uma venda concreta dos serviços ou produtos de seu cliente para o leitor. Ou seja, por mais que seu texto faça parte de um estágio maior de estratégia de vendas ao cliente, é preciso ter em mente que aquilo que você escreve deve convencer e estimular o leitor a buscar as soluções oferecidas pelo cliente do copywriter.

Saiba como funciona essa conversão

Nem sempre fica claro para o redator a melhor forma de incorporar essa estratégia de conversão em seus textos. Primeiro, você precisa entender como funciona a psicologia de conversão:

Entenda a sensação que sua persona procura na web

Muitos dos leitores de seus textos querem sentir prazer durante o tempo gasto na página do seu conteúdo. Isso pode ocorrer por meio de uma linguagem convidativa, próxima da persona ou que tenha relevância para o leitor. Afinal, é preciso que você demonstre, por meio de palavras, como seu texto poderá ajudá-lo de alguma forma.

Informe que você sabe como solucionar o problema

Além de evidenciar uma linguagem convidativa e que atraia o leitor nos primeiros parágrafos de seu texto, é importante também deixar claro que você escreve sobre algo que as pessoas querem conhecer. O que isso significa? Basicamente, seus leitores costumam ter dúvidas, questionamentos, sofrimentos e outras frustrações que precisam ser resolvidas.

Seja aquele sentimento de falta de progressão na carreira, a vergonha de não conhecer mais informações sobre um tema, os clássicos problemas de relacionamento, a dificuldade de organização pessoal e profissional, entre outros tipos de questões? Tudo isso são assuntos fundamentais para o leitor.

Por meio de seu texto, é preciso passar a mensagem de que você sabe como resolver esses problemas, que tem a solução para as questões levantadas e poderá compartilhar esses ensinamentos com o cliente de forma rápida, objetiva e eficiente.

Evite frustrações e confusão do leitor

Simplicidade é a chave para uma boa conversão. Em geral, não é preciso utilizar vocabulário difícil, complicar estruturas gramaticais, ou rechear seu texto de detalhes muito específicos sobre o tema. Essas e outras medidas podem causar confusão no leitor.

Em vez disso, dê preferência a textos que desenhem o passo a passo requerido pelo leitor, que ofereçam meios para ele colocar sua vida em ordem ou resolvam algo que há muito tempo o incomodava.

Basicamente, para atingir esses objetivos, é preciso manter uma ordem argumentativa lógica, que contenha conselhos ou dicas úteis, simples, mas relevantes.

Descubra como persuadir seus leitores

Mas como persuadir seus leitores a dar mais um passo em direção ao produto ou serviço de seu cliente? Acompanhe:

1. Utilize palavras-chaves

Essas não são as palavras-chaves que você deve utilizar para melhorar seu ranqueamento nas ferramentas de busca, ou se referir ao texto. Palavras que podem ser aplicadas a praticamente todos os textos, como “fácil”, “definitivo”, “guia”, “completo”, “de vez”, etc., são extremamente úteis para passar a segurança ao leitor de que seu texto é justamente o que ele precisava para resolver seu problema.

2. Tenha empatia pelo leitor

De nada adianta tentar converter uma leitura em vendas, se você não entende os gatilhos que aguçam a vontade do leitor em tomar ação. É preciso ter empatia pelo leitor para compreender bem seus dilemas. Só assim você poderá oferecer as soluções mais adequadas para esses problemas.

A dica é focar na descrição da persona na pauta de cada tarefa, imaginar exatamente como pensa e o que faz esse leitor em potencial. Coloque-se no lugar dessa pessoa e escreva seu texto com ela em mente.

3. Diversifique seu vocabulário

Demonstre para o leitor que você domina o léxico do tema tratado. Use e abuse de sinônimos e outras formas de descrição dos termos, para não parecer que você está tratando apenas de forma superficial sobre o tema.

4. Utilize termos concretos e definitivos

Por falar em superficialidade, não enrole o leitor. Além de causar aquela sensação de perda de tempo com a leitura, essa é uma forma de seu cliente perder a credibilidade com um cliente em potencial. Ao invés disso, utilize termos concretos, diretos e definitivos sobre os temas tratados. Pode ser que você não seja especialista naquele tema, mas é possível escrever com a certeza de quem pesquisou sobre o tema e sabe exatamente sobre o que está falando.

5. Faça perguntas retóricas

Ao longo do texto, por que não utilizar perguntas retóricas? Essa é uma forma de engajar as pessoas na leitura e conduzi-las em direção ao objetivo final de seu texto. Essas perguntas também funcionam muito bem em momentos de transição entre um tópico e outro de seu texto. Afinal, esses tópicos devem seguir uma sequência lógica e cadencial.

6. Utilize o imperativo

O imperativo do português é uma forma verbal extremamente poderosa. Ela tem o potencial de fazer com que seu leitor saia da frente do computador e efetivamente implemente as soluções oferecidas pelo texto. Além disso, é um tipo de linguagem que funciona muito bem em textos que oferecem um passo a passo, ou alguma informação que demande medidas práticas pelo leitor. Utilize essa valiosa ferramenta em seus textos, especialmente no CTA!

E você, como tem lidado com a psicologia da conversão no copywriting? Essa é uma preocupação que você tem ao escrever? Aproveite para conhecer melhor o que é copywriting e descubra como melhorar seus textos!