Revisão de artigos

10 estratégias para melhorar a sua revisão de artigos

Revisar textos é uma atividade que exige uma série de conhecimentos — entre eles, o domínio da língua portuguesa e noções de copywriting.

Revisar textos é uma atividade que exige uma série de conhecimentos — entre eles, o domínio da língua portuguesa e noções de copywriting.

Sabemos que a revisão de artigos não é uma tarefa fácil e, muitas vezes, pode ser tão trabalhosa quanto simplesmente reescrever o texto do zero. Porém, existem técnicas que podem facilitar o trabalho do revisor e aumentar sua produtividade sem perder a qualidade.

Conheça agora algumas delas!

1. Checklist para revisão estrutural

Esse item é importantíssimo, principalmente se o artigo fizer parte de uma estratégia de marketing de conteúdo. Antes de começar a revisar o texto em si, realize uma checagem na estrutura do artigo. Confira se tudo atende ao que foi solicitado pelo cliente e, se for o caso, se está dentro das boas práticas de redação para a web.

É recomendável que o primeiro passo para revisar artigos seja criar uma lista com todos os itens que precisam ser conferidos. Por exemplo: intertítulos, atendimento à pauta, otimização para SEO, links, etc. Depois basta seguir o checklist.

2. Padronização e estilo

Padronizar não significa podar a criatividade; é um recurso valioso que ajuda na compreensão do leitor e na adequação do conteúdo. Verifique se o veículo no qual o artigo será publicado possui algum guia de estilos que você possa seguir, caso não, crie um você mesmo. Podem ser apenas algumas diretrizes que você acha importante de serem seguidas, como a uniformização da grafia de algum nome, por exemplo.

3. Dicionário à disposição

Existe quem prefira os on-line, mas também tem gente que não abre a mão das versões físicas. Não importa em qual dos dois lados você está, só não vale abrir mão da boa e velha consulta a um bom dicionário. Ter um dicionário de confiança à disposição é mais eficiente do que depender de “googladas” a cada dúvida. Não deixe, também, de relembrar sempre as regras da nova ortografia. Seguir uma cartilha é uma boa opção!

4. Sinalize o conteúdo

Crie uma cópia do texto e inclua “V1” no nome do novo arquivo. Agora você tem o documento original e uma versão será usada para marcações, mas sem edições.

Leia a cópia e ao examinar cada frase destaque-a com verde, amarelo ou vermelho. Use verde se você acha que a sentença é ideal; amarelo se você acha pequenas modificações podem melhorar o impacto e/ou fluidez daquele trecho e vermelho se desconfiar que aquela parte deve ser reescrita. Mas atenção, não mude o texto ainda.

Faça outra cópia do documento e inclua “V2” no nome do terceiro arquivo. Nesse você irá realizar a edição seguindo a sinalização feita na versão anterior.

Edite as áreas amarelas e vermelhas e não desperdice muito do seu valioso tempo com as verdes.  Ao realizar as edições necessárias, mude a cor dos trechos de amarelo e vermelho para verde.

Revise cada sentença desde o início. Uma vez que todo o texto estiver verde, você deve ser capaz de lê-lo do início ao fim sem precisar realizar novas edições. Se você ainda achar necessário editar algumas partes, considere destacar novamente esses trechos com amarelo ou vermelho. Faça uma pausa e corrija essas áreas mais tarde até o resultado final ficar completamente marcado como verde.

5. Use corretor ortográfico, mas não se limite a ele

Conferir o texto em algum software com corretor ortográfico torna mais prático descobrir erros mais grotescos e datilográficos. Mas nunca confie apenas nessa ferramenta.

Em geral esses programas não identificam problemas na construção frasal ou fluidez da leitura, por exemplo. Faça você mesmo a revisão de todas as palavras, mesmo que elas não estejam acusadas como erradas pelo software.

6. Menos é mais

Segundo o jornalista Armando Nogueira, escrever é “a arte de cortar palavras”. Na hora da redação é normal escrevermos o texto da forma que as frases surgem em nossa mente, mas, quando chegar o momento da revisão, é preciso observar se não é possível transmitir as mesmas informações de forma mais sucinta.

Sempre questione se os adjetivos e pronomes utilizados são realmente necessários para a compreensão da leitura. Frases curtas também costumam funcionar melhor que sentenças longas.

7. Deixe o texto descansar

Não faça a revisão logo após terminar de redigir o artigo. Nesse estágio ainda estamos com as informações muito “frescas” na mente e acabamos deixando passar despercebidos erros que normalmente não seriam cometidos. No cenário ideal, é preciso criar um distanciamento do texto e só voltar a olhar ele no dia seguinte, após uma noite de sono.

8. Peça uma segunda opinião

Nada como um olhar de fora para encontrar problemas e soluções que passaram despercebidas, não é mesmo? Se o artigo for explicativo, vale a pena pedir que alguém que não domine o assunto do texto leia e comente o que entendeu.

Se ficar confuso para essa pessoa, é provável que o texto tenha problemas de redação. Essa estratégia tende a ser mais eficaz e consequentemente produtiva do que quando os processos de redação e revisão ficam concentrados apenas em um único profissional.

9. Faça revisão de artigos cruzada

Melhor do que pedir uma segunda opinião qualquer, é a segunda opinião de outro profissional da escrita. Você trabalha ou conhece outros redatores? Se for possível, que tal pedir para um deles revisar um artigo escrito por você e em troca você revisará um dele?

Essa estratégia te fará economizar tempo e garante que seu trabalho será lido por um olhar fresco e experiente.  Mas atenção, garanta que você saiba dar um bom feedback para o seu parceiro.

10. Leia em voz alta e pausadamente

Leia pausadamente, separando as sílabas, como se fosse a primeira vez que você lê cada uma daquelas palavras.  Certos erros, principalmente os de datilografia, costumam passar despercebidos quando lemos um texto em velocidade normal.

Agora que você aprendeu estratégias valiosas para melhorar a sua revisão de artigos, que tal testar essas habilidades e ainda aumentar sua renda se tornando um freelancer na Plataforma da Rock Content? Cadastre-se agora e junte-se ao nosso super time de revisores!